Alguns textos que, sob o estilo comédia Stand Up sarcástica, falam sobre pequenos fatos ou situações que passam despercebidas em nossas vidas e, muitas vezes, sequer questionamos o porquê das coisas serem assim.

9 de maio de 2008

AUTO-ESTIMA NO MERCADO

Tem gente que quando está com a auto-estima baixa resolve ler um livro de auto-ajuda, escutar músicas bregas, ou talvez encher a cara. Sabem o que eu faço? Eu vou ao mercado. Mas não pode ser um Supermercado...Tem que ser mercadinho mesmo, pequeno, daqueles que só vão pessoas idosas. E não vou para fazer compras, vou somente para caminhar entre eles.
Sabem no quê isso me ajuda a aumentar a auto-estima? Primeiramente, percebo que sou o único hábil a correr e pular entre eles. Logo tenho a certeza que sou o mais bonito também. Sou o único capaz de enxergar datas de validade e preços minúsculos sem auxílio de óculos. Posso carregar peso sem sentir dor na coluna. Sou o mais alto. Faço boas ações como ajudar aquelas senhoras que não alcançam o sabão em pó na prateleira lá em cima. E depois elas me dizem que sou um anjo que caiu do céu.

Há quem ache que isso que eu faço é coisa de louco. Pra mim é justamente o contrário. É uma maneira de ver como a vida é tão boa pra gente nos pequenos detalhes, mas nós não valorizamos o que temos.

2 comentários:

Luciana Landim disse...

Tá vendo..
Se a vida é boa nos pequenos detalhes, então eu sou exceleeeente!!!

Bom, fiz um post sobre o seu comentário..
e tú nem pra aparecer lá né??

E nossa cerveja, como é que ficaa?!!?
Saudade!

beijos
:D

Alexandra disse...

Essa eu gostei, parabéns!!!

De agora em diante, quando eu me sentir feia, pra baixo, vou num mercadinho pequeno!

Vlw!!!