Alguns textos que, sob o estilo comédia Stand Up sarcástica, falam sobre pequenos fatos ou situações que passam despercebidas em nossas vidas e, muitas vezes, sequer questionamos o porquê das coisas serem assim.

29 de julho de 2008

GRAVATA

A gravata é o único acessório masculino que não possui função nenhuma. É puro enfeite. Não sei quando ela foi inventada, mas imagino que foi junto com a criação dos brincos. Foi mais ou menos assim: Era uma vez um prefeito que discursava ao seu povo: “Queridos cidadãos e cidadãs, usamos tantas roupas para cobrir nossos corpos que agora estamos com dificuldades em diferenciar os homens das mulheres. Portanto, sob decisão do nosso conselho, a partir de agora, as mulheres usarão metais amarrados nas orelhas e os homens usarão tecidos amarrados no pescoço”.
Eu sei... Viajei muito nessa estória, mas ela faz mais sentido do que imaginar um cara que disse: “Preciso inventar alguma coisa que não serve pra nada”.
Se ao menos fosse agradável, tudo bem, mas só a usamos quando somos obrigados no trabalho ou em alguma festa. A diferença é que nas festas a gente pode tirar a gravata depois de cinco minutos... Ainda bem! Pois ela nos dá a sensação de que estamos sendo enforcados bem devargazinho, a cada parente que chega.
Eu demorei um certo tempo pra aprender a dar o nó na gravata. Aliás, fazer isso é tão difícil que nem merecia ser chamado de nó, merecia ser chamado de Origami na gravata. Poderia simplesmente dar uma volta no pescoço e pronto. Mas não! Afinal, não basta usar uma coisa inútil. Tem que ser inútil, calorosa e difícil de colocar.

6 comentários:

Garotas de Vinte e Poucos disse...

Ótima reflexão sobre gravatas!
Só que temos que concordar que tanto gravata, quanto brincos nos deixam bem bonitos!!!

Bjo

*Lala*

Paz... disse...

Ahhh Léo... vc merece todos os selos do mundooo...

“Preciso inventar alguma coisa que não serve pra nada”.
Pura falta do que fazer... então como passar o tempo?! Naquela época não existia tv, net, nem nada...

_ Por favor, tem como a senhora me ajudar a dar o Origame na minha gravada?
kkkkkk que comédia!

bjoo!!

ps: teu comentário me fez pensar...

Pudim disse...

Poutzs..
a cada dia que eu entro aqui..
tem textos mais inteligentes..
ali´s, falando no assunto de coisas inúteis..
vi uma revista esses dias..
Acho que era a "Vida Simples"
que dizia o seguinte:
"As coisas que não fazem sentido..!

acho que vale a pena ler..
e postar aqui..
beijo enorme!!
texto 10!!


terça que vem..
breeeeeeeeeeeeeeeja!

Paz... disse...

Léooo... passa la no Dialeto q tem mais selo pra vc... =D

Alexandra disse...

Meu marido usa, e detesta... coisa mais sem oção viu..

Atpe hoje nunca me interessei em aprender a dar nó em gravata, quem inventou não devia ter o que fazer.

Bjs!

Vê Guimarães disse...

Querido, seu blog é delicioso de ler viu! Parabéns e obrigada pelo link do meu no seu kkkkk. Beijocas