Alguns textos que, sob o estilo comédia Stand Up sarcástica, falam sobre pequenos fatos ou situações que passam despercebidas em nossas vidas e, muitas vezes, sequer questionamos o porquê das coisas serem assim.

6 de julho de 2008

CELULAR

Ter um celular é tão comum como ter um sobrenome. E tão importante quanto também, pois parece fazer parte do nosso corpo. Afinal, sair de casa sem cueca tudo bem, mas sair sem celular não pode, né?
As pessoas guardam fotos, videos, músicas de seus agrados nos celulares. Quantas vezes nos deparamos com músicas horríveis como campainhas? Há pessoas sem noção do ridículo. Já vi um que tocava o hino nacional. Imagina estar em uma reunião, um hospital, uma igreja e de repente: “Ouviram do Ipiranga...”
Com o avanço rápido da tecnologia, as pessoas se confundem na hora de definir um bom celular. Se você vai à uma loja e pede um aparelho pro vendedor, ele não vai te mostrar um com bateria boa ou com bom sinal de área. Ele mostrará um que toca música e vídeo, que tem televisão, jogos, câmera, GPS, Internet, etc. Hoje em dia a coisa menos importante no celular é o celular em si.

3 comentários:

Paz... disse...

Está foda...
eu uso meu celular mais como relógio hahah, ou pra que me achem qdo precisam dar uma notícia...
e na maioria das vezes ele fica no silencioso e qdo ligam nao vejo.
só eu mesmo. rs!
bjo!

ps:até q os vizinhos nao andam incomodantando tanto agora nas férias, e sobre o vizinho apaixonado, nao é por mim nao viu uahahuuh!

Luciana Landim disse...

Eu já fiz post sobre isso..
e você super comentou!!
hahahaaha
tá certo que o meu foi um pouco mais longe..
http://lucianalandim.blogspot.com/2008/05/os-dias-sem-celular.html
mas até deu o que falar..
Saudades docê criaturaaaa!!
Bora tomar umaaaaaa!!!

beijos!

Alexandra disse...

Eu quase não uso meu celular... o único que liga mt é meu marido, pois algumas pessoas não ligam pq acham caro.

O meu nãoé tão sofisticado quanto os que tem por ai e parece tb mais pai de santo do que qq outra coisa... só recebe...pq fazer ligação coitado, só quando tem saldo, o que é mt difícil.

Coisa de pobre né?