Alguns textos que, sob o estilo comédia Stand Up sarcástica, falam sobre pequenos fatos ou situações que passam despercebidas em nossas vidas e, muitas vezes, sequer questionamos o porquê das coisas serem assim.

18 de dezembro de 2008

SUPERIORIDADE INDÍGENA

A cultura indígena encontra-se deturpada. Infelizmente, a colonização provocou grandes mudanças em seus costumes. Hoje em dia muitos índios usam calças jeans e falam ao celular. Porém, algumas tecnologias jamais chegarão até eles. Aqui abaixo apresento algumas coisas que eles jamais precisarão:

Lâmina de barbear – Não nasce barba em índio. Ou alguém já viu índio barbudo? (Estranho isso, né?)

Chapinha – Eles têm o cabelo absurdamente liso. Não existe índio de cabelo ruim.

Bronzeamento Artificial – Todos já nascem com aquela mesma cor de pele e assim será até a morte.

Tinta – Os índios têm sua própria produção de tintas guache.

Previsão do tempo – Se eles querem que chova, é só fazer uma dança básica em volta da fogueira.

Iluminação Pública – O índio sabe caminhar no meio da floresta, no escuro da noite, sem GPS, e não se perde.

Interpretação contextual – Você muitas vezes lê um texto e não entende nada. O índio vê uma fumacinha no céu ou escuta uma batida de tambor e já sabe tudo que está acontecendo.

--------------------------------
Só tem uma coisa que eu acho que o índio precisa: Cirurgia plástica. Pois todos eles têm sempre aquela mesma cara de figurante do Chaves.

14 comentários:

Fernanda Alves disse...

É verdade,os indios de certa forma são sortudos,mas analisando o que vc escreveu percebi que é verdade...
todos os indios tem mesmo a mesma cara,como os asiaticos também têm.

Claudinha disse...

É uma pena que a cultura indígena tenha sido diminuída a tal ponto que hj vivam praticamente como os brancos, com o diferencial de que recebem ajuda assistencialista integral do governo. Isso não ajuda em nada, acredito que só prejudica. Na minha cidade e nas proximidades temos reservas indígenas, inclusive em um município o vice-prefeito eleito é indígena. Mas a maneira como vivem é deplorável, com relação a higiene e saúde, pois por mais que eles tenham água encanada, saneamento básico, posto de saúde com médicos e enfermeiros dentro da reserva, parece que os instintos ainda são aqueles bem primitivos, de quando viviam em florestas e não eram atingidos pelas "doenças do homem branco".
Dá pena e ao mesmo tempo indignação, pois eles são donos de terras produtivas, várias desapropriadas de famílias de pequenos agricultures, porém nada produzem, fazem a festa nos supermercados locais, com o mais variado tipo de comida nada saudável, pois adoram balas, pirulitos, refrigerantes e biscoitos.
Ah, Léo, vou parando por aqui!
Isso quase já não é mais um comentário, e sim um post!
Bjos

Francine Esqueda disse...

Ei Léo!!
Sensacional este post! E não é que é verdade????
Voce nao perde a chance, né??
Quanto ao seu comentário lá no meu blog, já estou imaginando um daqueles seus vídeos metendo o pau nas escolas, nos pais e na professorada véia e caduca! - Nas novas nem ouse, viu!
Escreva e me chama pra ler!
Beijos e super fim de semana!

Paz... disse...

Vc tava quase me convencendo a quer ser índio na próxima vida... mas figurante do chaves ninguém merece uahuhauhahua.

Flávio disse...

Seu desfecho foi ótimo!!! kkk

Camila ..εïз:. disse...

Até que eu acho os traços de índio bunitos! Mas o q mais me intriga é se eles não tem mesmo pêlos...
Será?

Beijos

silvioafonso disse...

.


"Relatos sobre nada".
Fantástico!
Gostei da criatividade. Eu só invadi a sua privacidade pela diferença que você fez.

Feliz Natal.

silvioafonso.



.

Francine.VS. disse...

Vamos escrever muito em 2009????
Que saudade daqui! Vamo produzi!???
Abra seu coração e deixe entrar toda a alegria do ANO NOVO e com ela, as novas esperanças e realizações. Que 2009 traga à vc e sua Família, muita Saúde, Amor, Felicidade e Prosperidade. É o que desejo de coração você!
Espero muito mais contato esse ano!
FELIZ 2009!

Guizaum disse...

o que eu mais fico de cara com os indigenas é o mesmo poder que eles tem de sintese, que nem os japoneses!

eu fico de cara com esses documentários sobre o alto xingu e um deles vai falar sobre 600 anos de cultura na festa anual dos despachos do fogo para o transporte das almas mais velhas para o paraíso abapuru pelo rio, com um simples "naãniopaêê"

Thiago disse...

é verdade Leo, é curioso isso!

Gabriela Gonçalves disse...

Amei!! Muito legal suas tirada, já tô acompanhando e vou linkar!
Bjoca

Lilian Rose P. disse...

olá leo.
a questão indigena aqui no BR é preocupante.
o silvicola tem menos direitos civis que qualquer classe de cidadão.
mas tb se acham no direito de exigir terras importantissimas para o país, por serem produtivas e conterem minérios.
para que?
o indigena na minha opinião tem que ser BRASILEIRO com direitos e com deveres, e não ficar achando que pdoe resolver tudo no facão e no tacape.

Petitinha disse...

Oi Léo,
passi para agradecer seu coment e para te desejar feliz ano novo(super atrasado eu sei),mas enfim o que vale é a intenção não? rsrsrs
Ah, esse seu post tá até engraçado , mas sabe eu estudo a cultura indígena e ela é muio rica, mesmo que infelizmente a colonização tenha alterado seu ritmo de vida e que agora muitos grupos vivam um tanto à maneira de branos, ainda mantém muito de suas tradições, as trad~ções religiosas principalmente não se alteram com tanta facilidade, muitos grupos nem mesmo com esses 500 anos de mudanças alteraram sua forma de definir os papéis de cada um dentro do grupo enfim isso tá virando um tratado já, enfim como você mesmo colocou algumas questões não se alteraram entre os grupos, mas ainda há muito mais por descobrir acerca dessa cultura maravilhosa.
BJOKS.
Petitinha

Kadu disse...

Comentário final preconceituoso.